Coreia do Norte ameaça reduzir a América a cinzas

Militares norte-coreanos (DR)

Jornal Daily Mail mostra câmara em direto na ilha de Guam, à espera de um ataque.

Milhares de soldados da Coreia do Norte, incluindo militares da mais alta patente, marcharam na manhã desta sexta-feira em Pyongyang, capital da Coreia do Norte, para mostrar o seu apoio a Kim Jong-un na escalada de ameaças que têm os Estados Unidos como alvo.

A estação de rádio oficial fez mais uma ameaça: “É uma tragédia que os comportamentos irresponsáveis e histéricos possam reduzir o território da América a cinzas a qualquer momento”. A ameaça é mais um degrau na escalada de declarações da ditadura de Kim Jong-un e do presidente americano Donald Trump, que, depois de ameaçar a Coreia com “fúria e fogo”, veio na quinta-feira reiterar que o tom tem de ser mais forte contra a Coreia do Norte.

O jornal Daily Mail leva tão a sério a ameaça contra a ilha de Guam – território americano no Pacífico, que está a transmitir em direto as imagens de uma câmara instalada neste território, como que à espera que o ataque chegue a qualquer momento. (Correio da Manhã)

DEIXE UMA RESPOSTA