Clubes portugueses com vendas recorde

(DR)

Futebol Clube do Porto e Sport Lisboa e Benfica são os clubes que mais dinheiro têm encaixado com transferências neste defeso. As duas SAD precisam de refinanciar 150 e 147 milhões de euros, respetivamente, em dívida, no decorrer de 2017, o que leva a que a venda de ativos seja o caminho preferencial.

Neste particular, o Benfica leva vantagem, com um saldo comercial (diferença entre valores de venda e compra de jogadores) de 110 milhões de euros, ao passo que o Porto tem 61 milhões de euros de saldo comercial.

No total, segundo adianta o Negócios, citando as cotações do site especializado Transfermarket, os clubes portugueses apresentam 190 milhões de euros de saldo positivo no que toca a transferências de jogadores (226 milhões em vendas e 36 milhões em aquisições).

O Sporting, diz o Negócios, é o único em que as aquisições ultrapassam as vendas. No clube de Alvalade, o valor gasto em reforços ultrapassa em 3,6 milhões de euros o das vendas, numa altura em que o clube tem de reembolsar 30 milhões de euros em obrigações durante este ano.

O clube verde e branco é o que maior subida em bolsa regista. As ações do Sporting valorizaram 8% na pré-temporada, ao passo que as do Benfica subiram 2,84% e as do FC Porto não apresentam alterações.

Ainda segundo o Negócios, o FC Porto é o clube nacional que arranca para a época 2017-2018 com o plantel mais valioso. O Transfermarket avalia o plantel dos dragões em 204,7 milhões de euros, o dos leões em 196,2 milhões de euros e o das águias em 174,4 milhões de euros. (Jornal Económico)

DEIXE UMA RESPOSTA