Chefe de Estado felicita presidente da Índia

Chefe de Estado angolano felicita presidentes da Índia e do Timor Leste (Foto: Francisco Miúdo)

O Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, felicitou, por mensagem, Ran Nath Kovind, pela eleição ao cargo de Presidente da Índia, indica hoje uma nota da Casa Civil do Presidente da República a que a Angop teve acesso.

De acordo com o documento, o Presidente José Eduardo dos Santos formulou votos de muitos êxitos e felicidade no cumprimento do nobre mandato, que o conduziram a mais alta magistratura, reflectindo de forma inequívoca a vontade do povo da Índia de o ver à frente dos seus destinos.

Noutra mensagem, o Chefe de Estado felicitou também Mari Alkatiri, pela vitória alcançada pela Fretilin nas recentes eleições legislativas, realizadas na República Democrática de Timor Leste.

O estadista angolano, na mesma nota, afirma que o partido, liderado por Alkatiri, saberá responder aos desafios que se colocam, de modo a propiciar mais prosperidade e desenvolvimento económico e social, fazendo jus à confiança depositada pelo povo timorense.

Nas duas mensagens, o Presidente José Eduardo dos Santos reitera o desejo de fortalecer os laços de amizade e cooperação entre Angola, por um lado, e Índia e Timor Leste, por outro.

A Índia escolheu seu presidente em 17 de Julho último, em que votaram 4,8 mil políticos em nome da população de 1,3 bilião de pessoas em todo o país. O resultado das urnas foi divulgado dia 20 e trouxe o nome de Ran Nath Kovind, de 71 anos, como o escolhido para o cargo.

Por sua vez, a Frente Revolucionária do Timor Leste Independente (Fretilin), de Mari Alkatiri, obteve 168.480 votos (29,7% do total) e o Congresso Nacional da Reconstrução Timorense (CNRT), de Xanana Gusmão, conseguiu 167.345 (29,5% do total). Deste modo, a Fretilin terá 23 deputados e o CNRT 22 no Parlamento, onde há um total de 65 lugares.

O Partido Libertação Popular (PLP), no pleito de 22 de Julho, obteve 60.098 votos (10,6% do total), o que garante oito lugares no parlamento, o Partido Democrático (PC) 55.608 votos (9,8% do total) e sete deputados, e finalmente o Kmanek Haburas Unidade Nacional Timor Oan (KHUNTO) 36.547 votos (6,4% do total) e cinco assentos. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA