CASA-CE tenciona salvaguardar direitos humanos

CASA-CE quer rever direitos humanos (Foto: Kynda Kyungu)

A preservação e o respeito pelos direitos humanos, mormente os que incidem sobre as crianças e os jovens, vão merecer atenção redobrada da Convergência Ampla de Salvação de Angola – Coligação Eleitoral (CASA-CE), em caso de vitória nas eleições gerais de 23 de Agosto.

Essa força política apela ao actual Governo e ao saído do pleito deste ano, maior respeito por direitos como acesso à educação, à universidade, ao emprego, entre outros, consagrados na Constituição, mas violados constantemente, a exemplo do direito a manifestação.

“No nosso país, a transição democrática está bloqueada e isso só acontece porque a prática dos direitos humanos ainda não é uma realidade. Por exemplo o direito à manifestação é coarctado em Angola”, disse o candidato a deputado por esta coligação Filomeno Vieira Lopes.

A CASA-CE conseguiu eleger oito deputados neste último pleito, fruto dos 345 mil e 589 votos obtidos, correspondentes a seis porcentos dos seis milhões, 124 mil e 669 votos totalizados, num pleito ganho pelo MPLA, com quatro milhões, 135 mil e 503 votos (71,84 porcento), seguido pela UNITA (18,66 porcento). (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA