Ler Agora:
CASA-CE quer massificar turismo na Ilha de Luanda, diz secretário-executivo
Artigo completo 2 minutos de leitura

CASA-CE quer massificar turismo na Ilha de Luanda, diz secretário-executivo

Massificar a actividade turística e melhorar a rede de saneamento básico na comuna da Ilha de Luanda é a mensagem da CASA-CE de hoje (quinta-feira), durante uma campanha porta-a-porta.

Foi portador da mensagem o secretário-executivo da CASA-CE no município de Luanda, João Gonçalves, que afirmou, caso a sua coligação venha a ser Governo, fazer da Ilha de Luanda uma zona que viva dos fundos provenientes do turismo, mas, para tal, é preciso potenciá-la com mais infra-estruturas.

Segundo o político, a Ilha foi o cartão postal da cidade de Luanda, e a coligação vai fazer com que este estatuto seja recuperado, com a melhoria das condições de saneamento e a construção de casas sociais com dignidade e melhora da rede hoteleira.

A fonte referiu que a CASA-CE vai apostar forte na melhoria da distribuição de energia e de água naquela região de Luanda, permitindo que mais pessoas tenham acesso a este bem de primeira necessidade.

Durante a sua passagem na zona do Lelo (Ilha de Luanda), o político afirmou que “a região é um gigante adormecido, no que toca ao turismo”, e a CASA-CE “vai dar o imput para voltar a ser o postal da cidade e contribuir para o crescimento económico”, vincou.

João Gonçalves falou, no seu discurso, da necessidade de alteração do modelo de governação e da implementação de outro com maior abrangência e inclusivo, no sentido de que todos os angolanos participem e contribuam para o crescimento do país.

O responsável realçou a importância do incentivo aos pescadores da região, no sentido de se gerarem mais empregos e melhoria do sustento da família, para além da construção de mais escolas e de hospitais para os habitantes locais.

Fundada a 3 de Abril de 2012, a CASA-CE conseguiu eleger oito deputados nas eleições de 2012, fruto dos 345 mil e 589 votos obtidos, correspondentes a 6 por cento dos 6.124.669 votos totais. (ANGOP)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »