Ataques em cidade brasileira causam cinco mortes, 26 detenções e incêndios

Polícia Militar do Rio de Janeiro (DR)

Uma onda de ataques que começou no sábado à noite na cidade brasileira de Rio Branco, capital do estado nortenho de Acre, fronteiriço com a Bolívia, resultou em cinco mortes, 26 detenções e quatro autocarros incendiados.

A Secretaria de Segurança Pública de Acre comunicou no domingo à noite, através das redes sociais, que durante os ataques nas cidades de Rio Branco, Feijó e Basileia, se registaram cinco homicídios relacionados com uma ordem que partiu provavelmente do interior de uma das prisões da capital regional.

As autoridades estão a analisar a hipótese de que tenham sido reclusos a ordenar os ataques, depois de terem sido instalados aparelhos para bloquear a rede de telemóvel numa das prisões.

“A situação está devidamente controlada, mediante a ação das forças de segurança pública, que estão em campo, para impedir e reprimir as práticas criminais, além do constante acompanhamento realizado pelos serviços secretos”, lê-se no comunicado. (Observador)

por Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA