Ler Agora:
Uige: Líder da UNITA defende melhorias da qualidade de ensino em Angola
Artigo completo 3 minutos de leitura

Uige: Líder da UNITA defende melhorias da qualidade de ensino em Angola

O Presidente da UNITA, Isaías Samakuva, garantiu neste domingo, na cidade do Uíge, a melhoria da qualidade do sistema de educação no país, caso a sua formação política vença as eleições de 23 de Agosto.

O líder da UNITA fez esta garantia durante o acto político de massas que visou a apresentação do seu programa aos militantes, simpatizantes e amigos desta formação política, na província do Uíge, no quadro da visita de quatro dias que efectua à província, iniciada neste domingo.

Segundo o político, sendo o sector da educação importante para o desenvolvimento do país, há necessidade de se prestar maior atenção a qualidade de ensino, o que passa pela melhor remuneração de professores e formação de professores competentes para assegurar a qualidade de formação dos quadros angolanos nos vários domínios.

Salientou que, para a concretização deste desiderato, é necessário também que se faça a reforma do sistema de ensino ministrado no país, para que quadros competentes e capazes saiam das instituições de ensino.

Referiu que devido a falta de qualidade deste sector, muitos estudantes terminam o ensino médio e superior sem a devida competência, o que os impossibilita de ombrear com outros formados no exterior.

Reconheceu que a qualidade de ensino ministrado nos diversos estabelecimentos de ensino ainda não é boa, pelo que urge a necessidade deste inverter este quadro, caso a UNITA vença as eleições em Agosto.

“O país precisa de um sistema de educação sólido, capaz de formar quadros que possam competir com os que vêm do exterior”, salientou.

Noutra vertente, Isaías Samakuva, apontou outro sector prioritário, o da saúde, que entende ser fundamental para potenciar melhor assistência sanitária aos angolanos, com vista a redução da mortalidade infantil .

“O sector da saúde é fundamental. Queremos ter não apenas as infraestruturas, mas sim com medicamentos e técnicos qualificados, para se evitar as mortes devido a falta de fármacos “, disse o político.

Lembrou que os angolanos merecem uma vida melhor, consubstanciada no fornecimento de água, energia eléctrica, assistência sanitária, habitação, salário condigno, entre outros.

Perante centenas de militantes da sua formação política, Isaías Samakuva, defendeu ainda a dinamização de outros sectores para o desenvolvimento da economia, nomeadamente a agrícola, extractiva, exploração da madeira, para empregar mais jovens, para o combate do desemprego.

Samakuva, que se faz acompanhar de altos funcionários do seu partido, desloca-se nesta segunda-feira ao município de Quimbele, 287 quilómetros da cidade do Uíge, onde vai igualmente apresentar o programa de governação aos seus militantes. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.