UE e Brasil propõem limites nas ajudas às exportações agrícolas

A proposta segue com o apoio da Colômbia, Peru e Uruguai (JOSÉ COELHO/LUSA)

A União Europeia e o Brasil apresentaram esta segunda-feira à Organização Mundial do Comércio uma proposta conjunta para reduzir distorções no mercado, propondo uma reforma das regras de concorrência nas exportações, como a limitação das ajudas.

A proposta apresentada por dois dos maiores produtores agrícolas, segundo um comunicado da Comissão Europeia, é apoiada também pela Colômbia, Peru e Uruguai.

A proposta quer nivelar as condições entre todos os membros da Organização Mundial do Comércio, limitando os subsídios que distorcem as condições de mercado.

A iniciativa tem em conta as necessidades específicas dos países em desenvolvimento, ressalvando que os menos desenvolvidos fiquem isentos de quaisquer limites aos subsídios, de modo a permitir o desenvolvimento do sector agrário. (Observador)

DEIXE UMA RESPOSTA