UCAN constitui espaço de emancipação cultural

(DR)

A Universidade Católica de Angola constitui um espaço de pro-excelência para emancipação cultural individual e colectiva, visando o desenvolvimento integral e harmonioso do país e dos cidadãos, disse quarta-feira, em Luanda, o reitor da instituição, José Cacuchi.

O reitor fez esse pronunciamento quando discursava na cerimónia de entrega de diplomas a mais de quinhentos licenciados em diferentes áreas do saber.

Segundo o académico, a meta atingido pelos recém-formados deve significar um desafio consubstanciado na luta pela emancipação cultural individual e colectiva.

A licenciatura, enfatizou, não deve-se reduzir a uma simples conquista do “bendito” canudo para reivindicar o aumento de salário, sem se importarem com a qualidade do serviço a prestar à comunidade.

Referiu que o diploma universitário tem sido, em muitos casos, apenas um grande incentivo para o estudante angariar mais dinheiro.

“O diploma não é uma ferramenta que torna possível o mergulho cego e doentio num materialismo exacerbado que abre as portas para uma servidão voluntária e assumida”, asseverou. (ANGOP)

DEIXE UMA RESPOSTA