Refinaria do Namibe vai criar três mil postos de trabalho

A construção de refinarias localmente deve diminuir custos de transformação. (Foto: D.R.)

Três mil novos empregos serão criados no município de Moçamedes, província do Namibe, com a construção da refinaria Petroquímica, assim como das infra-estruturas integrada de apoio ao projecto, avaliado em 12 mil milhões de dólares norte-americanos.

Dos três mil postos de trabalho a ser criado, dois mil e 100 serão destinados a trabalhadores nacionais e 900 para estrangeiros.
O projecto de investimento privado visa a refinação de petróleo bruto, transformando-o em diferentes subprodutos derivados como os combustíveis e lubrificantes.

A implementação do projecto contribuirá para o fomento da actividade industrial na província do Namibe.

O projecto prevê também a construção de uma área habitacional destinada ao alojamento dos trabalhadores, cais de acostagem, central eléctrica, uma linha férrea que liga o Caminho de Ferro de Moçamedes ao Caminho de Ferro de Benguela.

O projecto enquadra-se no Programa Nacional de Desenvolvimento 2013/2017, que visa promover o desenvolvimento do sector da indústria transformadora, aumentando a capacidade produtiva nacional com base na incorporação de matérias-primas locais, garantir o alcance dos objectivos do fomento da produção nacional, promoção do emprego e qualificação da mão-de-obra nacional.

A sua implementação vai igualmente propiciar o abastecimento eficaz do mercado interno, substituição das importações, aumentar a capacidade de refinação do petróleo bruto e promover a indústria petroquímica.

De forma a permitir a implementação exitosa do investimento, a Unidade Técnica de Investimento Privado (UTIP), na qualidade de representante do, prestará o apoio institucional necessário, através de mecanismos de apoio e acompanhamento em articulação com os demais órgãos do Estado, intervenientes em matéria do investimento privado.

A primeira pedra da construção da refinaria Petroquímica do Namibe foi lançada hoje. o empreendimento estará situado na localidade do Giraúl de Baixo, município de Moçâmedes, numa área de mil e 300 hectares. (TPA)

DEIXE UMA RESPOSTA