Quénia: Terroristas decapitaram nove pessoas por não serem muçulmanas

Membros da Cruz Vermelha ajudam parente de uma das vítimas do massacre na Universidade queniana de Garissa, durante funeral em Nairóbi, em 3 de april de 2015 (Foto de Tony Karumba/AFP)

Supostos membros do Daesh decapitaram nove pessoas num ataque nocturno em uma aldeia no distrito litoral do país, Lamu, disseram policias local.

A polícia disse que haviam nove corpos. Uma testemunha, que pediu anonimato, confirmou o número de mortos.

“Eles invadiram as aldeias de Jima e Poromoko e mataram nove homens. Eles foram abatidos como galinhas”, disse o testemunho.

Os aldeões disseram que um grupo de atacantes fortemente armados, muitos dos quais pareciam ser somalis, atacaram os aldeões às 11:00 da tarde. Eles foram de casa em casa procurando por homens não-muçulmanos e reuniram as vítimas antes de decapitá-las. (Africanews)

DEIXE UMA RESPOSTA