Quarteto mantém sanções apesar do acordo entre Doha e Washington sobre o terrorismo

(DR)

Os quatro países que lideram o boicote contra o Qatar decidiram, esta terça-feira, manter as sanções.

A Arábia Saudita, os Emirados Árabes Unidos, o Barhain e o Egipto querem manter uma vigilância apertada sobre o país, apesar da assinatura do acordo entre o Qatar e os Estados Unidos para o combate ao financiamento do terrorismo

Após a assinatura do documento em Doha, o ministro qatari dos Negócios Estrangeiros, Mohamed bin Abdulrahaman al-Thani, afirmou:
“Isto acontece à luz das acusações contra o Qatar sobre o financiamento do terrorismo por parte de quatro países e aqui está o Qatar a ser o primeiro país a assinar com os Estados Unidos um programa executivo de combate ao financiamento do terrorismo. Apelamos aos países que nos cercam que façam o mesmo”.

Na sequência do acordo, o chefe da diplomacia americana, Rex Tillerson, deverá conversar com os vizinhos Qatar para tentar pôr fim ao conflito regional.

Os quatro, que lideram um grupo de sete países, cortaram relações com Doha e suspenderam todas as ligações por transportes. A Arábia Saudita encerrou as fronteiras com o Qatar. (Euronews)

DEIXE UMA RESPOSTA