PR recebe CDS-PP em reunião de urgência

(NUNO ANDRÉ FERREIRA/LUSA)

O Presidente da República vai receber o CDS em Belém depois de o partido ter requisitado uma reunião de urgência com Marcelo Rebelo de Sousa. Na agenda deve estar Pedrógão Grande e o roubo em Tancos.

Marcelo Rebelo de Sousa recebe o CDS-PP já na segunda-feira, dia 3 de julho, às 14h00, em Belém. O partido já tinha solicitado ao Presidente da República uma audiência urgente sobre o fogo de Pedrógão Grande e o furto de armas em Tancos por considerar que ambos os casos contribuíram para uma quebra grave da confiança dos portugueses nas instituições do Estado, avançou fonte oficial do CDS.

O Presidente da República também é o Comandante Supremo das Forças Armadas, por isso, no que respeita às Força Armadas Marcelo Rebelo de Sousa tem uma palavra mais decisiva a dizer. No caso da Pedrógão Grande, acompanhou o incêndio no terreno e esteve sempre junto ao Governo, pelo menos enquanto a tragédia ocorreu.

Sobre o sucedido em Tancos, o CDS também pediu uma audição Parlamento que deverá acontecer na quarta-feira porque o PS já viabilizou. Azeredo Lopes terá então que prestar todos os esclarecimentos pedidos pelos deputados mas isso não descansa Assunção Cristas:

Neste momento acho incontornável dizer ao sr. primeiro-ministro que ele tem que dar uma palavra e tem que dizer a todos os portugueses e a todos os países amigos que olham para Portugal e que, certamente, estão preocupados que isto não voltará a acontecer”, disse a líder do CDS numa visita a Nelas, no domingo.

A líder considera “impressionante a degradação da confiança nas instituições que tratam da nossa segurança e da nossa defesa”. Na sua opinião, já no caso do incêndio em Pedrógão Grande essa confiança tinha sido colocada em causa. (Observador)

DEIXE UMA RESPOSTA