Mulheres detidas por assassinato

António José Bernardo, Comandante provincial da polícia, Malanje, Angola (VOA)

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) deteve no domingo, na cidade de Malanje, duas mulheres indiciadas pelos crimes de homicídio e ocultação do cadáver de um jovem, lançado para uma ravina.

As duas mulheres têm 28 e 25 anos e são suspeitos de assassinarem Santos Gonga, de 30 anos, na noite de sexta-feira, no interior da moradia onde as duas viviam.

O SIC deteve também um homem, de 35 anos, acusado de ter participado, no sábado, na transladação do cadáver do local do crime até à ravina, onde foi descoberto por moradores.

O porta-voz do Comando Provincial do Huambo da Polícia Nacional, inspector-chefe Junqueira António, disse que se trata de um homicídio qualificado, cujos presumíveis autores foram descobertos no âmbito de uma “acção de inteligência” realizada no sábado pelo Serviço de Investigação Criminal.

Uma das acusadas tinha uma relação íntima com a vítima. A jovem disse ao SIC que o namorado morreu por excesso de álcool e, na tentativa de fugir a uma eventual acusação de crime, decidiu livrar-se do corpo, tendo convidado o ex-marido para a retirada do cadáver da moradia.
O presumível cúmplice disse não ter participado no assassinato, mas sim na transladação do cadáver. (Jornal de Angola)

DEIXE UMA RESPOSTA