Ministros dos transportes da África Austral acordam viabilizar corredores moçambicanos

Comboio da empresa Caminhos de Ferro de Moçambique (DR)

OBSA vai alocar anualmente mil milhões de dólares americanos para infraestruturas.
Os Ministros dos Transportes da África Austral assinaram, nesta quarta-feira, 26, dois memorandos de entendimento com o Banco de Desenvolvimento da Africa Austral (OBSA) para a melhoria dos corredores da a Beira, Norte-Sul de Moçambique.

Os instrumentos indicam que o OBSA vai alocar anualmente mil milhões de dólares americanos para infraestruturas.

O investimento permitirá a revitalização dos corredores de desenvolvimento, infraestruturas portuárias, linhas férreas e estradas, além de adequar as fronteiras para o fluxo de manuseamento de produtos.

Os dirigentes regionais acreditam que com tal será possível maximizar os corredores e facilitar a integração regional.

“Estamos a contribuir em grande medida para o aumento do comércio intrarregional e internacional, bem como para a criação das condições que irão erradicar a pobreza,” disse Carlos Mesquita, ministro dos transportes e comunicações de Moçambique, em representação dos seus homólogos.

Mohan Vivehanandan, representante do OBSA, disse que o financiamento de infraestruturas vai contribuir para a robustez económica da região.

“A longo prazo podemos ajudar a reduzir a dependência externa, porque sabemos que nesta nossa região ainda dependemos muito da importação de muitos produtos”, disse Mohan Vivehanandan. (Voa)

DEIXE UMA RESPOSTA