Ministro da Reinserção Social constata obras no centro para refugiados da RDC

Ministro da Assistência e Reinserção Social, Gonçalves Muandumba (Foto: Pedro Parente)

Gonçalves Muandumba defende que sejam acauteladas as condições necessárias para que o novo centro de acolhimento tenha as condições mínimas de conforto e segurança para albergar os cerca de 32 mil refugiados.

O ministro da Assistência e Reinserção Social (MINARS), Gonçalves Muandumba, realizou ,esta Sexta-feira, uma visita de constatação ao município de Lóvua, na Lunda- Norte, onde está a ser construído o novo centro de acolhimento que vai albergar cerca de 32 mil refugiados da República Democrática do Congo (RDC).

Em depoimento à imprensa, o ministro esclareceu que o objectivo da visita era de constatar o grau de implementação das obras nos referidos centros, visto que se avizinha a época chuvosa e os actuais centros de acolhimento, na cidade do Dundo, não oferecem condições satisfatórias.

Gonçalves Muandumba defende que sejam acauteladas as condições e os meios específicos para que o centro tenha as condições mínimas de segurança, conforto para os próprios refugiados de modo que de 8 a 31 de Agosto o processo de reassentamento possa estar concluído.Por seu turno, o primeiro secretário da embaixada da RDC em Angola, Emanuel Zola, afirmou estar satisfeito pela criação das condições condignas para albergar os seus compatriotas. (O País)

DEIXE UMA RESPOSTA