Luanda: EPAL-EP anuncia restrição no fornecimento de água a partir de terça-feira

Estação de tratamento e captação de água da EPAL (Foto: Vieira Aspirante)

A Empresa Pública de Águas (EPAL-EP) anunciou hoje, segunda-feira, a paralisação, durante 48 horas, da estação de tratamento de Luanda sudeste para a realização de trabalhos no canal de entrada de água bruta.

Uma nota de imprensa da empresa EPAL-EP, a que à Angop teve acesso, esclarece que a paralisação acontece a partir da próxima terça-feira, 18, pelas zero horas até as zero do dia 20, quinta-feira.

Em consequência desta paralisação, lê-se no documento, ficam sob restrição as zonas do Cassequel do Buraco e do Lourenço, Terra Vermelha, Cabolombo, Kifica, Mártires de Kifangondo e Cassenda.

As zonas do Alvalade, Samba, bairros Azul e Popular, Terra Nova, Maianga, Lar do Patriota, Camama, Soba Kapassa, Jardim de Rosas e do Edem, praia do Nicha e Honga, ficarão igualmente sob restrição, refere a nota.

Por tal facto, a EPAL-E.P pede a compreensão aos clientes pelos transtornos causados, realçando que “a equipa técnica vai trabalhar no sentido de repor o fornecimento de água o mais rápido possível”. (ANGOP)

DEIXE UMA RESPOSTA