Jornalista camaronês condenado a 10 anos de prisão, é o vencedor do prémio de liberdade de imprensa

(DR)

O jornalista da Hausa, Radio France, Ahmed Abba, que condenado a 10 anos de prisão este ano por um tribunal militar dos Camarões, foi o vencedor do Prémio Internacional da Liberdade de Imprensa 2017.

O prémio anual é concedido pelo órgão de direitos de mídia Committee to Protect Journalists ( CPJ ) para homenagear jornalistas que mostram coragem na defesa da liberdade de imprensa, apesar de enfrentar ataques, ameaças ou prisões.

Ahmed Abba é o único africano a ser premiado este ano. Ele partilha em conjunto com Patricia Mayorga, jornalista mexicana; Pravit Rojanaphruk da Tailândia; E Afrah Nasser, repórter iemenita e blogueira. (Africanews)

DEIXE UMA RESPOSTA