Girabola/2017: Santa Rita FC aplica chapa quatro ao JGM do Huambo

Futebol (DR)

O Santa Rita FC derrotou hoje, sábado, no estádio 4 de Janeiro, província do Uíge, o JGM do Huambo por 4 – 1, em jogo da 21ª jornada do Girabola-Zap/2017.

A entrada do desafio, os dois conjuntos, tidos como aflitos, encontravam-se separados por dois pontos, 15 para os católicos e 17 para os visitantes, na décima quinta e terceira posições da prova.

Dentro do campo, foram os donos de casa que deram o primeiro sinal de golo, aos três minutos, através do avançado Liliano. Dois minutos depois, o médio Gazeta (Santa Rita) corrigiu o erro do seu colega (Liliano) e, com um remate em jeito, inaugurou o marcador, após beneficiar de um atraso de bola de Liliano a entrada da grande área do lado esquerdo.

Aos 13 minutos, Aires, lateral esquerdo do Santa Rita FC, numa falha clamorosa à entrada da sua grande área, por um pouco os visitantes chegariam ao 1-1, através do avançado Luís, mas Simão, central dos donos de casa, em grande esforço desviou a bola do alcança do avançado do JGM.

Gazeta, aos 34 minutos, com sentido de oportunidade, após correr por alguns metros com a bola controlada no pé-direito, ante a uma defesa lenta do JGH, ficou a centímetros de fazer os 2-0, mas a bola saiu bem perto do posto direito da baliza de Bem-Vindo, que já estava desenquadrado da sua área de jurisdição.

No ataque seguinte, isto é, aos 36 minutos, o Santa Rita começou uma jogada no meio campo, circulando a bola de pé para pé de Franck, Nando e Milambu, este último que descobriu um “buraco de agulha” permitido pelo adversário, e colocou-o esférico para seu colega de equipa, Candu, que, na cara de Bem-Vindo, não desperdiçou a oportunidade e fez 2-0.

Zé, defesa do JGM do Huambo, aos 44 minutos, num remate forte à entrada da grande área, por um pouco, violou a baliza de Manucho, que até então estava como um mero espectador do encontro.

No minuto seguinte, o árbitro do encontro (Mauro de Oliveira) apitou para intervalo, com o Santa Rita FC a vencer por 2-0. No reatamento do encontro, o JGM mostrou vontade de diminuir a desvantagem e por conseguinte virar o resultado a seu favor, como ficou demonstrado aos 54 minutos, pelo avançado Luís que, com um remate forte à entrada da grande área, após beneficiar de um belo passe de seu colega de equipa, Rafa, obrigou Manucho (Santa Rita) a uma defesa apertada, em dois tempos.

Aos 60 e 64 minutos, com a força vinda do 12º jogador que não quis ficar de fora do encontro, os “católicos” tomavam, cada vez mais, o controlo do jogo e sem dar muitas possibilidades ao adversário (JGM) de chegar com a bola em perigo na sua área.

Fruto deste domínio de jogo, aos 65 minutos, Milambu (Santa Rita) descobriu o avançado Sawu desmarcado no meio à entrada da grande área, assistiu-lhe a bola e este com uma visão de jogo aceitável, acrescentou a jogada ao capitão de equipa (Gazeta), que rodopiou com a bola no lado esquerdo e, com uma diagonal, à semelhança de Leonel Messi do “Barcelona”, rematou forte para o fundo da baliza, num golo de placa e de se rever.

Cinco minutos depois dos 3-0 dos donos de casa, o JGM deu-se ao luxo de reduzir ainda o resultado na cabeça de Zé, que respondeu com categoria de um cruzamento de canto no lado esquerdo, efectuado por Sozito, deixando mal na fotografia os centrais de marcação dos “católicos”.

O médio Candu (Santa Rita), à semelhança dos demais colegas, em dia de inspiração, voltou a balouçar a rede do guarda-redes, Bem-Vindo, aos 79 minutos, com uma assistência fenomenal de Milambu, à entrada da grande área, numa altura em que o JGM foi apanhado em contra-ataque.

Aos 90+5 minutos, o avançado Sawu, na pequena área, com o guarda-redes, Bem-Vindo, já fora da baliza, faltou-lhe calma para fixar o resultado em 5-1, e a bola saiu rentinha para fora, bem perto do posto direito da baliza.

Com essa vitória, o Santa Rita FC ocupa a 13ª posição, com 18 pontos, numa prova liderada pelo 1º de Agosto, com 44 pontos. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA