Futebol: Kabuscorp vence e ascende ao 3º posto

Kabuscorp quebra jejum de vitórias na 2ª volta (Foto: Francisco Miudo)

Ao vencer hoje, no estádio dos Coqueiros, o Santa Rita do Uige, por 3-1, o Kabuscorp do Palanca alcançou a primeira vitória na segunda volta do Campeonato Nacional de futebol (GirabolaZap2017) e ascende para o terceiro lugar, com 37 pontos.

Com este resultado, referente à 20ª jornada da competição, a formação do Uige permanece na última posição, com 12 pontos.

Cientes do mau momento que a equipa atravessa, os “pupilos” de Romeu Filemon entraram determinados em mudar o rumo dos acontecimentos e muito cedo inauguraram o marcador, com golo de Mongo, aos dois minutos.

Nos minutos seguintes a formação do Palanca poderia ampliar a vantagem, mas os avançados não conseguiam transformar o domínio do jogo em golo.

Meio “atordoada” com o golo “madrugador”, a equipa do Uíge não conseguia estabilidade defensiva, permitindo que a adversária jogasse durante vários minutos próxima da sua grande área.

No entanto, aos poucos, os visitantes foram estabilizando o seu jogo e aos 16 minutos criaram a primeira situação de golo eminente, com Mavambu, isolado, a rematar para fora.

Na sequência, equilibraram o encontro e em alguns momentos foram mesmo superiores. Mavambu e Sawu criaram muitas dificuldades ao sector defensivo do Kabuscorp, que só não sofreu o golo do empate porque o guarda-redes Elber, com uma defesa apertada, desviou um cabeceamento de Água Doce.

Na resposta, depois de algum “sufoco”, já nos minutos de compensação da primeira parte, a equipa do Palanca marcou o segundo golo, numa jogada de contra-ataque, por intermédio de Mongo, na sequência de um cruzamento da esquerda de Jacques.

Tal como na primeira parte, na segunda a partida registou mais um golo “madrugador”, desta vez da parte da formação Santa Rita, que reduziu a desvantagem por intermédio de Água Doce, aos 46 minutos, aproveitando uma falha da defensiva contrária.

Em busca do empate, os visitantes intensificaram as acções ofensivas, criando muito perigo na baliza da turma orientada por Romeu Filemon.

Mas foi o Kabuscorp que alcançou o golo da tranquilidade. Magola, aos 67 minutos, na marcação de uma grande penalidade, ampliou para 3-1.

Seguiram-se momentos de muito equilíbrio, mas o resultado não sofreu alteração, com a equipa do Palanca a confirmar a sua superioridade na eficácia. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA