Filda-2017: Lema da feira é importante e actual – diz governante

VICTÓRIA DE BARROS NETO - MINISTRA DAS PESCAS (ARQUIVO) (FOTO: GASPAR DOS SANTOS)

A ministra das Pescas, Victória de Barros Neto, considerou, quarta-feira, na capital do país, o lema da 33ª edição da Feira Internacional de Luanda (Filda/2017), “Diversificar a economia e potenciar a produção nacional, visando uma Angola auto-suficiente e exportadora”, importante e actual.

Em declarações à Angop, após abertura da feira, a governante disse que o lema está relacionado com o momento que o país atravessa, tendo referido que a auto-sustentabilidade é fundamental para redução das importações.

Acrescentou que é necessário apostar na produção nacional, de forma a criar excedentes para a exportação.

“A economia do mar, a também chamada economia azul, joga um papel importante para a economia nacional, daí estarmos satisfeitos”, ressaltou.

O evento, cujo acto de abertura foi feito pelo ministro e chefe da Casa Civil do Presidente da República, Manuel da Cruz Neto, decorre até ao dia 30 deste mês.

Relativamente à participação estrangeira, a Filda alberga 13 países, incorporando 62 empresas expositoras, das quais destacam-se Portugal ( 23), China (13), Brasil (13) e Alemanha (4) empresas. (ANGOP)

DEIXE UMA RESPOSTA