Família de Nobel da Paz rejeita respiração artificial

A família do dissidente chinês Liu Xiaobo rejeitou que ele seja submetido a respiração artificial (HANDOUT/AFP / HO)

A família do dissidente chinês Liu Xiaobo rejeitou que ele seja submetido à respiração artificial, anunciou nesta quarta-feira (12) o Hospital Universitário Nº1 de Shenyang, onde está internado o vencedor do Prêmio Nobel da Paz de 2010, vítima de um câncer do fígado em fase terminal.

Após três dias de tratamento intensivo, “o paciente está em insuficiência respiratória”, indicou o hospital.
“O hospital explicou à família a necessidade de realizar uma intubação traqueal” para submetê-lo à respiração artificial, mas a família rejeitou, informou o centro médico.

O hospital, que algumas horas antes informou que Liu, 61 anos, sofreu uma falência múltipla de órgãos, diz que o funcionamento do fígado deteriorou-se apesar de três dias de tratamentos para combater a infecção.

“Não temos nenhum modo de receber notícias directamente dele ou da sua família, mas segundo o comunicado do hospital (…) é possível que Liu Xiaobo não sobreviva nas próximas 24 horas”, declarou à AFP o dissidente chinês Ye Du. (AFP)

DEIXE UMA RESPOSTA