Estado Islâmico usa carros-bomba e morteiro para conter avanço em Raqqa

Combatente das Forças Democráticas Sírias em ação na ofensiva contra Estado Islâmico em Raqa, em 21 de junho de 2017 (afp_tickers)

Forças antiextremistas apoiadas pelos Estados Unidos tentam avançar nesta sexta-feira (7) na cidade síria de Raqqa, controlada pelo Estado Islâmico (EI), enquanto o grupo reage com detonação de morteiros e de carros-bomba para conter a ofensiva – informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

As Forças Democráticas Sírias (FDS) entraram na Cidade Velha de Raqqa esta semana. Com o apoio dos bombardeios da coalizão liderada por Washington, conseguiram abrir duas brechas na muralha que cerca a parte antiga.
Segundo o OSDH, as FDS e uma unidade de combatentes árabes – a Força de Elite Síria – avançaram pouco na zona histórica.

Em sua contraofensiva, os extremistas do “Estado Islâmico usaram carros-bomba, morteiros e franco-atiradores dentro da Cidade Velha”, afirmou o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman.
A ONG estima que, actualmente, 30% de Raqa tenha sido tomada das mãos do EI.

O porta-voz da Força de Elite Síria, Mohamad Khaled Shaker, disse à AFP que não houve avanços notáveis nesta sexta.
“Há alguns confrontos, mas ainda não chegamos ao centro da cidade”, disse ele à AFP.
O EI tomou Raqa no início de 2014, proclamando-a como capital de seu “califado”. A coligação liderada pelos Estados Unidos estima em cerca de 2.500 o número de combatentes extremistas ainda nessa cidade. (AFP)

DEIXE UMA RESPOSTA