Eleições/2017: Mais de 100 mil polícias vão assegurar pleito

EFECTIVO DA POLÍCIA NACIONAL (ARQUIVO) (FOTO: FREDERICO HERCULANO)

Cento e três mil polícias vão trabalhar para garantir que as eleições de 23 de Agosto corram de forma segura e pacífica, informou hoje, quinta-feira, em Luanda, o chefe de Secção dos Planos Operacionais do Posto de Comando Central da Polícia Nacional, sub-inspector Carlos Neto.

Carlos Neto, que prestou estas declarações à margem de uma palestra sob o tema “Eleições Seguras”, destinada às forças dos órgãos centrais da Polícia Nacional, disse que dentro de uma semana será decretada prevenção a 75 por cento, e dez dias antes da data do acto eleitoral toda a corporação estará envolvida na segurança e no policiamento das eleições.

Para assegurar as assembleias de voto, serão destacados quatro a cinco elementos da Polícia Nacional, dependendo do fluxo operacional de cada província. E caso for necessário as assembleias de voto contarão com reforços de unidades especiais que poderão intervir.

O oficial aconselhou, por outro lado, os apoiantes dos partidos políticos concorrentes a adoptarem uma postura política de tolerância. De igual modo, exortou os eleitores a encararem-se, acima de tudo, como irmãos independentemente da cor partidária.

O efectivo da Polícia Nacional deve posicionar-se a 100 metros das assembleias de voto, conforme prevê a Lei Orgânica sobre Eleições Gerais.

Para as eleições de 23 de Agosto estão registados, em todo território nacional, nove milhões 317 mil e 294 eleitores. A província de Luanda é, das 18 que Angola tem, a maior praça eleitoral com dois milhões, 882 mil e 632 eleitores. (ANGOP)

DEIXE UMA RESPOSTA