Eleições/2017: Líder da UNITA “caça” votos no Bengo

Isaías Samakuva (Observador)

O líder e candidato da UNITA a Presidente da República, Isaías Samakuva, orientou, nesta quarta-feira, um acto político, na cidade de Caxito, província do Bengo, onde prosseguiu a sua agenda de campanha eleitoral.

Samakuva, que iniciou a jornada rumo às eleições gerais de 23 de Agosto no município de Cacuaco, Luanda (dia 22 de Julho), apresentou ao eleitorado local o seu programa de governo, e prometeu potenciar os quadros nacionais.

Além do comício, o candidato manteve encontro com a sociedade civil.

Na mesma senda, o vice-presidente da UNITA, Raúl Danda, pediu, no Cuito, província do Bié, que os militantes dessa força política observem o civismo e respeito pela diferença durante o período de campanha e da votação.

Outra nota de realce foi a visita do candidato da CASA-CE a Presidente da República, Abel Chivukuvuku, que iniciou, em Ondjiva, província do Cunene, uma jornada de divulgação do seu Programa de Governo.

Num comício realizado no mercado infomal de Oshomukuyo, arredores de Ondjiva, Chivukuvuku defendeu a igualdade de oportunidades dos cidadãos, para que possam prosperar em qualquer domínio da vida, sem discriminação.

A jornada do candidato incluiu ainda a participação numa marcha entre o bairro de Cafitu e o mercado paralelo de Oshomukuyo (num percurso de cinco quilómetros), uma palestra sobre os desígnios da sua coligação, assim como numa campanha porta-a-porta, realizada no bairro de Naipalala.

Outro ponto alto do quarto dia de campanha eleitoral foi a chegada do secretário-geral do MPLA, Paulo Cassoma, à província de Cabinda, onde prevê encontrar-se com a governadora Aldina da Lomba, com a estrutura provincial de coordenação da campanha eleitoral e com a sociedade civil.

O dirigente visitou o comité de acção do MPLA e percorreu algumas artérias do bairro A Luta Continua, onde convidou a população a participar no acto político a ter lugar na localidade de Mabel, arredores da cidade de Cabinda.

A sua agenda prevê ainda deslocações aos municípios de Buco Zau e Belize.

Já em Luanda, o primeiro secretário provincial do MPLA, Higino Carneiro, esteve com os moradores do Mussulo, enquanto a JMPLA tornou público que aproximadamente mil jovens afectos a este órgão do MPLA, no distrito urbano de Luanda, começam quinta-feira uma mobilização porta-a-porta.

Por sua vez, o PRS apostou no diálogo com os eleitores, na distribuição de folhetos, bonés e camisolas com a bandeira e o rosto do seu cabeça de lista, Benedito Daniel, no bairro da Caop A, distrito urbano de Viana.

A APN promoveu uma marcha de apresentação do seu candidato a Presidente da República, Quintino Moreira, no Sumbe, província do Cuanza Sul, onde o candidato se encontra no quadro da campanha eleitoral.

Terça-feira, a jornada foi marcada pela abertura oficial da campanha do MPLA, na província do Huambo, em acto presidido pelo seu candidato a Presidente da República, João Lourenço.

O candidato do partido a vice-presidente da República, Bornito de Sousa, esteve na vila do Nzeto, província do Zaire, onde incentivou a população local a votar em consciência.

Em Luanda, o primeiro secretário provincial do MPLA, Higino Carneiro, orientou um acto político, que marcou o começo da campanha eleitoral na principal praça eleitoral do país.

A campanha eleitoral, iniciada no dia 23 de Julho, termina às 24 horas do dia 21 de Agosto, reservando-se o dia 22 para a reflexão dos eleitores e o 23 para a votação.

Concorrem para o pleito eleitoral cinco partidos políticos e uma coligação, nomeadamente MPLA, UNITA, PRS, FNLA, APN e CASA-CE. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA