Bornito de Sousa no Golungo Alto

(DR)

O candidato do MPLA a Vice-Presidente da República exortou ontem, na província do Cuanza-Norte, os militantes do partido a prestarem maior atenção ao posicionamento do partido no boletim de voto, de forma a votarem correctamente.

O apelo de Bornito de Sousa foi dirigido aos vendedores do mercado do Triângulo, no município do Golungo Alto, no quadro da campanha de mobilização do eleitorado para as eleições de 23 de Agosto próximo.

O dirigente do MPLA encontra-se no Cuanza-Norte desde sábado. O programa da sua visita inclui deslocações aos municípios de Ambaca, Bolongongo e Samba-Cajú, onde vai interagir com jovens estudantes, comerciantes e militantes. Hoje, o político preside a um acto político de massas, no município do Golungo Alto, e amanhã vai manter contacto com o eleitorado do mercado municipal do Lucala.

A apresentação das linhas de força do Programa de Governo do MPLA, do seu Manifesto Eleitoral e da figura do candidato a Presidente da República, João Lourenço, estão no centro da agenda da visita de Bornito de Sousa.
No Cuanza-Norte estão inscritos 156.232 eleitores para o próximo pleito eleitoral. Nas eleições de 2012, o MPLA alcançou 94.389 votos nesta província, 88,30 por cento do total de votos, conquistando os cinco assentos de deputados deste círculo provincial.

Maioria absoluta ou qualificada

O MPLA tem condições para uma vitória por maioria absoluta ou qualificada nas eleições gerais de 23 de Agosto, afirmou no sábado, no Lubango, Virgílio de Fontes Pereira, membro da direcção do partido. O também deputado, que falava à margem do comício do candidato do MPLA a Presidente da República manifestou a sua convicção numa “vitória expressiva” e sustentou que o seu partido tem “uma base militante suficiente”. Numa reunião do Comité Central realizada nos últimos meses, o presidente do MPLA, José Eduardo dos Santos, exortou os militantes para trabalharem para uma vitória com maioria qualificada ou, no mínimo, absoluta.

Virgílio de Fontes Pereira referiu que nesta fase do processo está em curso a sensibilização e mobilização porta-a-porta, fundamentalmente dos cidadãos com idade eleitoral e que ainda estão indecisos.

No Uíge, o primeiro-secretário provincial do MPLA garantiu a melhoria das condições dos professores, com realce para a actualização de categorias, caso o partido vença as eleições gerais de 23 de Agosto. Paulo Pombolo, que falava num comício no município do Songo, disse que esta melhoria está prevista no programa de governo do MPLA para o período 2017-2022.
Paulo Pombolo reconheceu que muitos docentes com nível superior ou com maior tempo de serviço estão mal enquadrados, tendo garantido que a solução desta e de outras situações que afligem a classe serão “atacadas”, caso o MPLA vença as eleições.

O primeiro-secretário provincial do MPLA pediu a compreensão da juventude, visto que muitos programas criados a seu favor não foram materializados devido à crise económica.
“O maior investimento do MPLA é a formação dos jovens”, disse Paulo Pombolo que explicou que o MPLA tem feito todos os esforços para melhorar as condições de vida da população, apontando como exemplo a conquista da paz, em 2002. (Jornal de Angola)

DEIXE UMA RESPOSTA