BIC, BAI e BFA levam ‘novidades bancárias’ à FILDA

O BIC levará à 33. ª edição da Feira Internacional de Luanda (FILDA) o seu serviço “Financiamento BIC Agro”, voltado para a actividade agrícola. O BAI apresentará o seu mais recente serviço denominado “BAI Directo”. Já o BFA aproveitará a bolsa de negócios para apresentação oficial do seu novo presidente da comissão executiva, Jorge Albuquerque Ferreira. (DR)

Os bancos comerciais como é tradicional costumam a marcar presença em todas as edições da Feira Internacional de Luanda (FILDA). Este ano não será diferente. Os bancos Internacional de Crédito (BIC) e Angolano de Investimento (BAI) confirmaram levar seus produtos e serviços à maior bolsa de negócios de Angola a ter lugar, na Baía da cidade capital de 26 a 30 de Julho. Em declarações ao OPAÍS, as duas instituições bancárias confirmaram presença na 33.ª edição da FILDA. O BIC pretende divulgar junto dos seus clientes empresas e particulares o leque de produtos e serviços que disponibiliza, com particular destaque para o financiamento BIC Agro, o Cartão Multicaixa 1.º de Agosto e as novas soluções de seguros, nomeadamente seguro saúde, transporte de mercadorias e embarcações de recreio.

Por sua vez, o BAI marcará presença na FILDA com a sua oferta às pequenas e médias empresas (PME), no âmbito da sua estratégia de optimização e desenvolvimento de negócios, particularmente no sector não petrolífero. O banco vai igualmente apresentar o seu novo serviço denominado BAI Directo, uma aplicação que permite aos seus clientes terem acesso a funcionalidades exclusivas. Apesar do actual momento económico e financeiro, os dois bancos estão expectantes quanto a FILDA deste ano e falam em oportunidade de novos investimentos e financiamento.

Embora a conjuntura não seja a melhor, o Banco BIC considera que as feiras multi-sectoriais são iniciativas que permitem a criação de negócios, gerando oportunidades para os empresários e empresas, a criação de parcerias, o contacto com potenciais investidores e compradores, gerando janelas de oportunidades para investimentos e novas soluções, que permitam promover o desenvolvimento do país.

“A expectativa do Banco é positiva, na medida em que a FILDA é considerada o maior certame empresarial do país, alavancando o potencial de negócios dos diferentes agentes económicos”, refere o BIC. Para o Banco Angolano de Investimento a FILDA é uma oportunidade para o desenvolvimento de acções que visam estreitar o relacionamento com os seus actuais e potenciais clientes, reforçando o seu posicionamento no mercado. “Tomaremos a oportunidade para apresentar e colocar à disposição do mercado produtos e serviços disponíveis, sobretudo, para o financiamento de iniciativas empresarias no sector produtivo”, fez saber o BAI. (O País)

DEIXE UMA RESPOSTA