Banda N’vula leva rock ao palco do Avenida

Banda N’vula (DR)

A banda N’vula apresentou, domingo, no interior do espaço Wammo, no Shopping Avenida, em Luanda, o segundo disco de originais “Focus” durante um espectáculo e sessão de venda e assinatura de autógrafos.

A apresentação do CD da mais premiada e conhecida banda de rock angolana foi muito concorrida sobretudo por visitantes e clientes do referido centro comercial.

O público assistiu a performance com duração de 30 minutos da banda mas demonstrou total desconhecimento dos quatro temas dos 13 do álbum apresentados, entre os quais “Tristezas e Alegrias”, produzidos no género rock, no estilo NU Metal.

Os temas foram produzidos em vários estúdios em Angola, são cantados no estilo rap e abordam questões ligadas ao quotidiano do povo angolano como dificuldades, angústias, tristezas e alegrias das pessoas que residem nas zonas rurais e cidades.

O disco, colocado no mercado no dia 20 de Novembro do ano passado, surge numa fase em que o grupo venceu o pessimismo daqueles que acreditavam não dar certo um projecto com músicas produzidas num género e cantadas noutro.
A presença da banda está inserida no projecto “Wammo a nossa música”, uma parceria entre o referido espaço e os prémios Angola Music Awards (AMA), cujo objectivo é apoiar a música nacional, através da promoção dos seus trabalhos, dinamizando diversas acções.

A divulgação e a procura de novos talentos é outro propósito do projecto, visando reforçar cada vez mais a relação entre os subscritores do acordo com a música angolana, com a apresentação dos discos e concertos e a criação de uma agenda cultural.

Após a banda, detentora da melhor produção musical no Angola Music Awards 2015, o projecto “Wammo a nossa música” é animado pelo grupo Zona 5, que actua no dia 30. Mago de Sousa encerra a primeira fase da iniciativa no dia 6 Agosto.

Zoca Zoca e Eva Rap Diva são os cantores que deram o pontapé de saída. O primeiro disco da banda “Tempestade”, lançado em 2014, o tornou imbatível no país e no estrangeiro, pois alcançou prémios nunca antes conquistados por um grupo nacional do mesmo género.

Venceu troféus referentes ao Melhor Performance de rock no International Portuguese Music Awards (Prémios Internacionais da Música Portuguesa) e Melhor Produção Musical no Angola Music Awards, ambos em 2015, e Melhor Grupo Africano de nos prémios All Africa Music Awards, atribuído na Nigéria em 2016, numa edição que homenageou o congolês Papa Wemba (póstuma) e os músicos Manu Dibango, dos Camarões, e King Sunny Ade, da Nigéria.
A banda integra Lil Jorge e MG (voz), Paulo “Teacher” Albuquerque e Hugo “Red Kimba” Domingos (guitarras), Bruno “Mohabis” Braz (baixo), Rdson “Michel” Marques (bateria).

O grupo foi criado em 2008 fruto da amizade entre o vocalista Lil Jorge e o guitarrista Paulo Albuquerque, que decidiram formar o projecto Nvula, uma expressão africana. Nvula retomou aos palcos em 2012, depois de uma interrupção no início do ano 2000. A partir daí, passou a ter presenças regulares em festivais realizados em Lisboa, Luanda e Benguela, onde baseia as suas actuações, misturando músicas populares de Angola, num formato rock, e sucessos do grupo. (Jornal de Angola)

DEIXE UMA RESPOSTA