AGT arrecada mais de Kz 1,6 mil milhões em taxas de circulação

EDIFÍCIO DA ADMINISTRAÇÃO GERAL TRIBUTÁRIA (FOTO: PEDRO PARENTE)

A Administração Geral Tributária (AGT) arrecadou desde Dezembro do ano passado até ao mês de Julho de 2017, mais de Kz 1,6 mil milhões em taxas de circulação, ressaltando que cerca de 12% do valor corresponde à contribuição da 3ª região tributária, que abrange as províncias de Luanda e Bengo.

Em 2015, a instituição arrecadou cerca de Kz 2 mil milhões. A AGT, informoun na semana passada, estar a reavaliar as 547 empresas que pertencem ao grupo de Grandes Contribuintes, para efeitos fiscais, a fim de as manter ou baixar de categoria, caso não reúnam os requisitos requeridos.

As 547 empresas controladas pela direcção dos Grandes Contribuintes representam 85 por cento do volume total de receitas arrecadadas pela AGT no país. Por outro lado, o montante global de dívida pública disponibilizada na segunda semana do mês corrente situou-se em 19,6 mil milhões Kz, o que corresponde a uma redução de 35% em comparação com a semana anterior, influenciada pela contracção, em 71,12%, da dívida colocada no mercado primário que se fixou em 6,7 mil milhões Kz.

Destaca-se que no segmento da venda directa ao público a tendência foi contrária, verificando-se um incremento de 86,96% durante o período em análise, atingindo os 12,9 mil milhões Kz. Espaço Internacional EUA Os imóveis em construção ascenderam 8,3%, para 1,2 milhões imóveis em Junho, desempenho que superou a expectativa de 3,4% de aumento para 1,16 milhões de imóveis. As permissões para construção, que sinalizam as expectativas no sector, registaram aumento de 7,4% em Junho após a contracção de 4,9% divulgada no mês anterior.

Ambos registos reflectem o baixo custo dos empréstimos e o desempenho positivo do mercado laboral. África do sul O índice de preços ao consumidor registou aumento de 5,1% no mês de Junho, em comparação com o período homólogo de 2016, sendo que em Maio subiu 5,4%.

O registo de Junho apresenta-se como o menor valor desde o início de 2017, tendo-se em consideração que em Janeiro a inflação homóloga atingiu 6,6%, influenciada pelo recuo mensal de 0,1 p.p., para 0,2%. O desempenho da inflação homóloga na meta de 3% a 6%, poderá reflectir a manutenção da taxa de juro de referência em 7%, o nível mais alto desde Março de 2010. (O País)

DEIXE UMA RESPOSTA