27 mortos e 54 desaparecidos em naufrágio na República Democrática do Congo

Naufrágio na República Democrática do Congo faz 27 mortos (DR)

Vinte e sete pessoas morreram e 54 estão desaparecidas na sequência de um naufrágio de uma embarcação na madrugada de sexta-feira no rio Kasai, no sudoeste da República Democrática do Congo, anunciou hoje um responsável local citado pela AFP.

“Após verificações rigorosas, afirmamos que morreram 27 pessoas e 54 estão desaparecidas no naufrágio da embarcação que virou durante a madrugada de quinta-feira para sexta-feira no rio Kasai”, disse à AFP o administrador da região de Idiofa, Jacques Mbila, que acrescentou que as vítimas são maioritariamente alunos que iam de férias.

A sobrecarga e o estado de embriaguez dos condutores da embarcação são as principais causas do naufrágio, acrescentou Mbila.

Nelly Mafuta, jornalista de uma rádio local, disse à AFP ter identificado duas freiras entre as 27 vítimas mortais, enterradas no sábado em Idiofa.

Na quinta-feira de manhã a embarcação saiu de Dibaya, na província de Kasai-central, e tinha como destino Ilebo, na província de Kasai, centro da República Democrática do Congo (RDC).

Foi no desvio do rio Kasai em direção ao território de Idiofa, na província de Inongo, mais a oeste, que aconteceu o acidente.

O transporte fluvial é dos mais usados na RDC, onde existem vários rios — o maior é o Congo, com 4.700 quilómetros, seguido do seu afluente, o rio Kasai, com 2.361 quilómetros de comprimento.

Os naufrágios no país são frequentes, maioritariamente provocados por sobrecarga das embarcações. (Observador)

por Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA