Senado corta salário de Aécio Neves

(AFP 2017/ ANDRESSA ANHOLETE / AFP)

O senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) não receberá o seu salário de R$33,7 mil, mais benefícios, referentes ao mês de Junho. O tucano foi afastado do cargo em 18 de maio por decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin. As informações são do Poder360.

Após a delação da JBS, a Procuradoria Geral da República chegou a pedir a prisão preventiva do senador. Fachin, entretanto, negou o pedido, mas ordenou o afastamento de Aécio de suas funções legislativas.

Apesar do pedido do Supremo, o afastamento de Aécio só foi sacramentado nesta quarta-feira (13) após reunião entre o presidente do Senado Eunício Oliveira (PMDB-CE) e Fachin. A demora em cumprir a determinação judicial gerou um mal estar entre o Congresso e o Supremo.

O ex-governador de Minas Gerais foi gravado pelo empresário Joesley Batista. Na conversa, os dois negociam a entrega de R$ 2 milhões e medidas para barrar a operação Lava Jato.

Um novo pedido de prisão preventiva contra o tucano será analisado pela 1ª Turma do STF no dia 20 de Junho. (Sputnik)

DEIXE UMA RESPOSTA