Partidários do líder da oposição russa vão hoje a julgamento

(Navalny sorri durante uma audiência em Moscovo- afp_tickers)

Os partidários do principal opositor de Putin, Alexei Navalny, condenado nesta segunda-feira a 30 dias de prisão, serão julgados nesta terça-feira, um dia depois de uma jornada de protestos contra o presidente Vladimir Putin que terminou com mais de 1.700 detenções.

Nesta terça, o Kremlin considerou “perigosas” as manifestações anti-corrupção. “A realização de eventos autorizados, como previsto pela lei, não apresenta perigo (…) O que é perigoso, são as manifestações de provocação, é perigoso para as pessoas ao redor”, declarou à imprensa o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.

Navalny foi condenado a 30 dias de prisão – uma punição administrativa – por ter convocado manifestações não autorizadas em várias cidades, de Vladivostok, no extremo leste do país, até Kaliningrado, às margens do Mar Báltico. (Afp)

DEIXE UMA RESPOSTA