Militar português morre em ataque no Mali

Militar português morto no Mali (Foto: Reuters)

Um militar português ao serviço da missão da União Europeia no Mali morreu na sequência de um ataque terrorista ocorrido domingo, nas imediações de Bamako, anunciou esta segunda-feira o Estado-Maior General das Forças Armadas.

A vítima tinha 42 anos, era natural de Valongo e prestava serviço no Comando de Pessoal no Porto, disse à Lusa fonte do Exército. O Sargento-Ajudante Paiva Benido, casado e com duas filhas menores, integrava o contingente nacional na Missão de Treino da União Europeia no Mali, composto por 10 elementos. Uma nota do Exército adianta que o militar morreu “devido a confrontos ocorridos na sequência de um ataque de elementos rebeldes que provocou outras baixas entre elementos de outros contingentes”.

Outros militares ficaram feridos, “incluindo um português”, que “já se encontra completamente recuperado”, refere a mesma nota. No Hotel Le Campement Kangaba, onde ocorreu o ataque, encontravam-se vários militares da Força Internacional de diversos países, entre os quais dois portugueses. A família da vítima foi informada e está em cursos o apoio psicológico à mesma. Segundo o Estado-Maior-General das Forças Armadas o segundo militar saiu ileso.
(Correio da Manhã)

DEIXE UMA RESPOSTA