Google endurece medidas para remover conteúdos extremistas do YouTube

(WALTER BIERI/EPA)

A Google, da holding Alphabet, vai adoptar mais medidas para identificar e remover conteúdo terrorista ou violência extremista da sua plataforma de vídeos YouTube, informou a empresa numa publicação do blog no domingo.

A companhia disse que adoptará uma posição mais dura em relação a vídeos com conteúdo religioso supremacista ou inflamatório, ao emitir alertas e não recomendá-los aos usuários, mesmo se os vídeos não violarem claramente as políticas.

A Google ainda empregará mais recursos em engenharia e aumentará o uso de tecnologia para identificar vídeos extremistas, além de treinar novos classificadores de conteúdo para rapidamente identificar e remover esse tipo de material.

“Embora nós e outros tenhamos trabalhado por anos para identificar e remover conteúdo que violam as nossas políticas, a verdade desconfortável é que nós, como indústria, devemos reconhecer que mais precisa ser feito. Agora”, disse Kent Walker, conselheiro-geral do Google.

A empresa expandirá a colaboração com grupos antiextremistas para identificar conteúdo que possam ser usados para radicalizar e recrutar extremistas.

O Google ainda abordará potenciais recrutas do Estado Islâmico por meio de publicidade direccionada online e os redireccionará para vídeos antiterrorismo, num esforço para fazê-los mudar de ideia. (Reuters)

por Abinaya Vijayaraghavan

DEIXE UMA RESPOSTA