Entra em vigor isenção de visto entre a Ucrânia e a UE

Ucraniana sorri em aeroporto de Kiev após entrada em vigor de isenção de visto para a UE (Afp)

Centenas de ucranianos puderam atravessar pela primeira vez a fronteira entre seu país e a União Europeia sem visto, graças à entrada em vigor neste domingo da isenção para estadias de menos de três meses nos países da UE.

“O regime de isenção de vistos para a Ucrânia já começou! Glória à Europa! Glória à Ucrânia!”, escreveu o presidente ucraniano Petro Poroshenko no Twitter, depois de celebrar no dia anterior “o último adeus ao império russo” em uma cerimónia em Kiev.

Trata-se de uma medida simbólica para a Ucrânia, onde um levante pró-europeu em 2014 levou à queda do ex-presidente Viktor Yanukovich, actualmente refugiado na Rússia, e a chegada ao poder de Poroshenko.

Todos os ucranianos que tiveram um passaporte biométrico poderão viajar para um país da UE por até 90 dias para negócios, turismo ou visita à família e amigos. Em contrapartida, não poderão trabalhar.

A isenção de visto para os ucranianos se aplica a todos os países da UE, excepto Reino Unido e Irlanda, bem como Islândia, Liechtenstein, Noruega e Suíça.

No entanto, uma cláusula permite a rápida reintrodução dos vistos em casos excepcionais, como uma forte pressão migratória ou um aumento significativo no número de cidadãos ucranianos que permaneçam na UE após a expiração do visto. (Afp)

DEIXE UMA RESPOSTA