Deputado opositor turco é condenado a 25 anos de prisão por espionagem

(Afp)

Um deputado do principal partido de oposição da Turquia foi condenado a 25 anos de prisão por espionagem, informou a imprensa turca.

Enis Barberoglu, do Partido Republicano do Povo (CHP, social-democrata), foi declarado culpado por ter fornecido ao jornal opositor Cumhuriyet um vídeo que mostrava supostamente imagens de camiões dos serviços secretos turcos (MIT) na fronteira síria em Janeiro de 2014, transportando, segundo ele, armas para a Síria.

O caso foi um escândalo e despertou a ira do presidente turco Recep Tayyip Erdogan, que prometeu que o redactor-chefe do Cumhuriyet na ocasião, Can Dündar, iria “pagar por isso”.

Berberoglu foi preso imediatamente após a sentença, segundo a agência pró-governamental Anadolu.

É a primeira vez que é preso um deputado do CHP, uma formação fundada pelo pai da Turquia moderna, Mustafa Kemal Atatürk, desde que a imunidade parlamentar foi extinta no ano passado.

Os deputados do CHP condenaram a sentença e abandonaram o parlamento em protesto.

O presidente turco sempre negou qualquer apoio a grupos islamitas hostis ao presidente sírio Bashar Al Assad. As autoridades afirmaram que o vídeo em questão mostrava um comboio com ajuda para a minoria turcomana da Síria. (Afp)

DEIXE UMA RESPOSTA