Cunene: Mais de 100 crianças reunificadas pelo MINARS

Crianças no centro infantil (Foto: Angop/Arquivo)

Cento e 24 crianças que desenvolviam trabalho ambulante e de transporte de mercadoria na zona fronteiriça de Santa-Clara, província do Cunene, foram reunificadas junto às suas famílias, numa acção protagonizada pela direcção da Assistência e Reinserção Social.

A informação foi avançada nesta terça-feira à Angop, pelo director local da Assistência e Reinserção Social, Mateus Ndulipoupiu, por ocasião do Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, assinalado a 12 de Junho.

O responsável esclareceu que as crianças foram reunificadas no âmbito do programa de localização e reunificação familiar desenvolvido no ano de 2016.

Segundo fez saber as mesmas foram encaminhadas aos familiares, na sua maioria localizados município da Matala, província da Huíla.

Mateus Ndulipoupiu explicou que na fronteira de Santa-Clara se encontram muitas crianças a efectuarem trabalho de transporte de mercadoria sobretudo oriundas da vizinha República da Namíbia.

Referiu que estão em curso acções conjuntas de diferentes organismos que operam na fronteira para desencorajarem o trabalho de transporte de mercadoria a partir da Namíbia e minimizar este fenómeno.

Realçou que as acções de sensibilização nas comunidades realizadas pelo INAC, administração local com apoio de outros parceiros, tem vindo a diminuir significativamente o número de crianças a transportarem cargas e a venderem nas ruas. (ANGOP)

DEIXE UMA RESPOSTA