Cristiano Ronaldo acusado de fraude fiscal no valor de 14,7 milhões

Cristiano Ronaldo (Foto: AP Photo/Francisco Seco)

Segundo o Diário de Notícias citando o El País, a justiça espanhola acusa Cristiano Ronaldo de quatro delitos que terão sido cometidos entre 2011 e 2014.

A Secção de Delitos Económicos de Madrid refere que Cristiano Ronaldo se aproveitou de uma estrutura societária, criada em 2010, para ocultar rendimentos obtidos em Espanha com os direitos de imagem.

Em causa estará uma fraude ao fisco no valor de 14, 7 milhões feita de forma “voluntária” e “consciente”. (Portal de Angola)

DEIXE UMA RESPOSTA