Ler Agora:
Comissário eleitoral da UNITA diz que foi ameaçado de morte
Artigo completo 1 minutos de leitura

Comissário eleitoral da UNITA diz que foi ameaçado de morte

Presidente da Comissão Provincial Eleitoral de Luanda refuta a acusação
O comissário eleitoral da UNITA do município da Kassana Ernesto João Manuel acusou o presidente da Comissão Provincial Eleitoral (CPE) de Luanda, Manuel Pereira da Silva, de o ter ameaçado de morte.

Pereira da Silva negou a acusação.

A alegada ameaça visa, segundo Ernesto João Manuel, evitar que as irregularidades do processo eleitoral sejam tornadas públicas

Manuel afirma que na última reunião entre ele e o presidente da Comissão Provincial Eleitoral (CPE) de Luanda, Manuel Pereira da Silva, o ameaçou de o eliminar fisicamente caso continue a denunciar as irregularidades do processo eleitoral.

Isso, disse, “já sucedeu por duas vezes”.

O presidente da Comissão Provincial Eleitoral (CPE) de Luanda, Manuel Pereira da Silva, em conversa com a VOA, sem gravar entrevista, reconheceu ter tido um encontro com o comissário Ernesto João Manuel como superior hierárquico, mas nega ter feito qualquer ameaça contra o comissário.

Refira-se que Ernesto João Manuel, comissário da UNITA na Kissama, é arguido num processo promovido pela CNE por alegadamente ter efectuado duplo registo eleitoral. (VOA)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »