Comissão de Justiça e Paz quer eleitorado angolano centrado nos programas dos partidos

(Foto: VOA)

Uma comissão arquidiocesana do Lubango quer aproveitar os próximos dois meses para desenvolver uma intensa campanha de educação cívica eleitoral junto de algumas comunidades no interior da Huíla.

No seu programa de educação cívica eleitoral, a Comissão de Justiça e Paz quer levar as pessoas a perceberem a importância do exercício do voto na vida do país.

O coordenador de programas da comissão, José Udangala, diz que a organização vai procurar incutir aos eleitores a necessidade de mais do que olharem para as paixões político-partidárias, analisarem as propostas de governação antes de decidirem o destino do voto a 23 de Agosto.

«Chamamos a atenção das comunidades e as famílias que estivessem mais atentas àquilo que são os planos que os políticos têm em relação o desenvolvimento do nosso país, isto é que é mais importante”, disse.

“Agora os partidos políticos e os candidatos aparecem apenas para dar visibilidade aquilo que é o programa que o partido acha que pode merecer aquilo que se deseja para Angola”, acrescentou Udangala.

Para promover a educação cívica eleitoral cuja campanha oficial vigora desde o dia 8 do corrente mês, a Comissão Provincial Eleitoral da Huíla tem 490 agentes. (Voa)

DEIXE UMA RESPOSTA