Americanos querem investir em Angola

(AGOSTINHO TAVARES, EMBAIXADOR DE ANGOLA NOS ESTADOS UNIDOS-FOTO: LINO GUIMARAES)

Depois da visita do ministro angolano da Defesa, João Lourenço, aos Estados Unidos da América (EUA) a classe empresarial norte-americana tem manifestado o interesse em investir em Angola nos diversos domínios da economia, afirmou neste domingo o embaixador plenipotenciário de Angola nos EUA, Agostinho Tavares da Silva.

O diplomata fez este pronunciamento em declarações à imprensa neste domingo após participar num culto de acção de graças em saudação ao mês da criança realizado na Igreja Teosófica Espírita na capital do país.

De acordo com Agostinho Tavares, os sinais são positivos pois os americanos, principalmente a classe empresarial, estão muito interessados em investir em Angola em várias áreas, pois sabem que o país tem potencial e áreas por explorar.

Realçou que os empresários norte americanos, com a alta tecnologia que possuem, aliado aos conhecimentos adquiridos, vão aproveitar este bom clima de relações que Angola e os Estados Unidos vivem para investir.

Questionado sobre o processo eleitoral em curso no país, o diplomata afirmou que a comunidade angolana residente nos Estados Unidos da América acompanha com muita atenção os preparativos das eleições que se realizarão a 23 de Agosto.

Informou que muitos deles irão exercer o seu direito de voto, pois actualizaram os dados dos respectivos registos eleitorais e, como não há voto no exterior, virão ao país para exercer esse dever.

Angola e os Estados Unidos da América estabeleceram relações diplomáticas há 24 anos e o ponto mais alto foi a deslocação do Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, aos Estados Unidos em 2002, seguido da recente assinatura do Memorando de Entendimento entre os dois países em que foi signatário pela parte angolana o actual ministro da Defesa, João Lourenço. (ANGOP)

DEIXE UMA RESPOSTA