Ler Agora:
Afeganistão: António Guterres defende solução política
Artigo completo 2 minutos de leitura

Afeganistão: António Guterres defende solução política

Guterres visita o país e encontra-se com refugiados e líderes

O Secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, diz que as partes em conflito no Afeganistão deverão trabalhar juntas para travar a violência.

Guterres chegou hoje à capital Cabul numa viagem não programada, e manteve conversações com os seus líderes para garantir que as Nações Unidas “estão com o Afeganistão neste momento de violência e sofrimento”.

Guterres visitou um acampamento nos arredores de Cabul, onde encontrou-se com alguns dos 800 mil afegãos deslocados pelo conflito de 18 meses.

“A comunidade internacional, os países vizinhos, todas as partes associadas à crise afegã deverão unir-se para concluír que esta é uma guerra sem solução militar, que precisamos de uma solução pacífica, precisamos da paz”, disse Guterres após visitar os refugiados.

“Decidi iniciar esta visita ao Afeganistão conversando com os mais vulneráveis, os deslocados deste terrível conflito, que fugiram para Cabul e perderam tudo; os que perderam familiares, viram suas casas destruídas, que precisam de mais solidariedade da comunidade internacional”, disse Guterres.

Os deslocados disseram a Guterres que a segurança, emprego e educação para os seus filhos constam das suas prioridades.

Guterres faz a sua primeira visita ao Afeganistão numa altura em que os Talibãs intensificam as suas acções e os leais ao Estado Islâmico fizeram muitos ataques, o que aumenta os desafios das forças de segurança afegãs que não têm recursos suficientes.

No dia 31 de Maio, um camião-bomba matou mais de 150 pessoas e feriu centenas na zona diplomática de Cabul, no que é o ataque mais mortífero no Afeganistão desde 2001. (Voa)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »