Pobreza extrema no foco dos direitos humanos em Angola

secretário de Estado para os Direitos Humanos, António Bento Bembe (arquivo) (Foto: Alberto Julião)

O secretário de Estado para os Direitos Humanos, António Bento Bembe afirmou, na 60ª Sessão Ordinária da Comissão Africana dos Direitos Humanos e dos Povos, que decorre em Niamey, Niger, que a pobreza extrema constitui um grande desafio para os países do continente.

Segundo o dirigente, citado por uma nota da embaixada de Angola naquele país, trata-se de um fenómeno que afecta fundamentalmente a juventude.

No caso de Angola, considerou que existe uma grande evolução para tornar possível o pleno respeito dos direitos humanos, incluindo a redução do índice de pobreza extrema.

Apesar de algumas limitações orçamentais, o governo de Angola prossegue com a implementação de 195 projectos estruturantes de prioridade nacional, entre os quais o que tem a ver com o direito a habitação.

Referiu-se ao Programa Nacional de Urbanização, cujo enfoque está na construção de habitações em diferentes regiões do país.

No documento, a que a Angop teve acesso nesta quinta-feira, António Bento Bembe reconhece que muito ainda há por fazer, apesar dos progressos já alcançados.

A 60ª Sessão Ordinária da Comissão Africana dos Direitos Humanos e dos Povos decorre de 8 a 22 deste mês (Maio).

A última sessão ordinária desse órgão aconteceu de 21 Outubro a 4 Novembro de 2016, na cidade de Banjul, na Gâmbia. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA