Parlamento alemão apoia regras de deportação mais duras para requerentes de asilo

Solicitantes de asilo em Treves, Alemanha (Afp)

O parlamento alemão aprovou nesta quinta-feira pacote de leis que endurecerá as regras para os requerentes de asilo que tentam evitar a deportação ou que cometeram crimes na Alemanha.

“A nossa postura é clara: ajuda e integração para aqueles que precisam de protecção, firmeza e deportação para aqueles que não precisam de proteção e àqueles que cometem crimes”, disse o ministro do Interior, Thomas de Maiziere, no Twitter.

As novas regras, publicadas no site do Bundestag, visam acelerar as deportacções, permitindo que as autoridades acessem dados armazenados em dispositivos eletrónicos de imigrantes sem documentos para verificar a sua identidade.

Os que forem apanhados a mentir sobre a sua identidade ou passado podem ficar confinados em centros de recepcção, até o momento de processamento das suas aplicações.

O projeto de lei também irá impôr regras mais rigorosas sobre os imigrantes violentos e aqueles que forem considerados um risco para a segurança. Estes serão obrigados a usar tornozeiras, e o prazo da sua detenção e deportação será prorrogado por mais de dez dias.

A Alemanha recebeu 890 mil imigrantes em 2015. O Ministério do Interior informou que o número de imigrantes caiu para 280 mil em 2016. O país, no entanto, ainda sofre com o atraso de processamento de solicitações de asilo. (Sputnik)

DEIXE UMA RESPOSTA