Japão reitera apoio a programa sociais em Angola

Hironori Sawada, embaixador do Japão em Luanda (Voa)

O Governo japonês já investiu mais de 11 milhões de dólares americanos para programas sociais em Angola e a desminagem tem sido das maiores prioridades, confirmou em Malanje, o embaixador extraordinário e plenipotenciário do país nipónico em Luanda, Hironori Sawada.

O diplomata deixou quarta-feira, 17, a província de Malanje depois de avistar-se com o governador Norberto Fernandes dos Santos, com o qual abordou aspectos relacionados com novas oportunidade para investimentos.

“A desminagem é um grande desafio em Angola e indispensável para o desenvolvimento de Angola, portanto, o Governo do Japão tem apoiado Angola para a desminagem disponibilizando mais de 11 milhões de dólares desde 1990, dos quais cerca de cinco milhões foram atribuídos a projectos comunitários, como o programa da APN em Malanje ”, precisou.

Hironori Sawada referiu que a região de Malanje “é muito rica e tem muito potencial para desenvolver a agricultura, recursos minerais, infra-estruturas e turismo” e o programa de desminagem contribui para que as actividades se tornem cada vez mais dinâmicas”.

No bairro Caiezo, a APN com mais de 100 sapadores limpou 149.231 metros quadrados de terras aráveis com fundos do Japão e que foram entregues na terça-feira, 16, à comunidade local.

O Japão desenvolve em Malanje um estudo para a produção de algodão para fornecer matéria-prima ao sector têxtil nacional, a ser financiado pela Agência Internacional de Cooperação do Japão. (Voa)

DEIXE UMA RESPOSTA