Enviado de Kabila e Georges Chikoti seguiram para Lunda Norte

Vice-Presidente da República, Manuel Vicente (dir.), durante um encontro com o enviado especial da RDC, Leonare Oshintudu (Foto: Cortesia de Waldemiro Cândido Alexandre/Cerimonial da Presidência)

O vice-primeiro-ministro para os Negócios Estrangeiros da RDCongo, She Leonare Oshintudu, viajou ao princípio da tarde de hoje para a cidade do Dundo, Lunda Norte, onde vai observar “in loco”, a actual situação que enfrentam os refugiados congoleses naquela província de angolana.

Acompanhado pelo ministro angolano das Relações Exteriores, Georges Chikoti, o enviado especial do presidente Joseph Kabila chefia uma delegação multi-sectorial do seu governo, que na cidade do Dundo vai constatar o fenómeno.

Depois de observarem as áreas de acolhimento da Lunda Norte, onde o executivo angolano criou condições logísticas, alimentares, médicas e medicamentosas para assistir os congoleses, refugiados em consequência da actual crise política e militar, os dois ministros e respectivas delegações rumam para a Lunda Sul, onde cumprem idêntica missão.

O vice-primeiro-ministro da RDC chegou a meio da manhã desta sexta-feira, a Luanda, tendo sido recebido em audiência pelo vice-presidente da República, Manuel Domingos Vicente, com que abordou a questão dos refugiados, entre outros assuntos que preocupam os dois Estados.

A República de Angola e o Congo Democrático partilham uma extensa fronteira terrestre e fluvial na sua zona leste, o que tem facilitado a entrada dos cerca de 30 mil refugiados acolhidos naquela região por questões humanitária. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA