Ler Agora:
Apresentado projecto “Ouvir Filipe Mukenga”
Artigo completo 3 minutos de leitura

Apresentado projecto “Ouvir Filipe Mukenga”

O projecto cultural, denominado “Ouvir Filipe Mukenga“, foi apresentado, na noite de quinta-feira, no Memorial António Agostinho Neto, em Luanda, numa parceria entre o Grupo Irmãos Gráfica (GIG) e o músico, cujo objectivo é agenciar e gerir a música e a carreira do artista, dentro e fora do país.

Esta parceria que foi assinada por Guilherme da Paixão, pelo GIG, e por Filipe Mukenga, prevê assistir o artista, quer a nível nacional e internacional, por forma a enaltecer e reconhecer a carreira do cantor e compositor no engrandecimento da música popular angolana.

Em declarações à Angop, Guilherme da Paixão salientou que a parceria com o músico tem a duração de 12 meses e vai abarcar também a divulgação e promoção do artista, autor de “Humbiumbi”.

“Decidimos mergulhar neste projecto com riscos, mas com a certeza de que o artista merece que seja mais valorizado em quanto vivo, que a sua música chegue o mais longe do país e do mundo “, afirmou o responsável do GIG.

Por sua vez, Filipe Mukenga reconheceu a importância da parceria e salientou que o acto representa mais um passo na sua carreira musical.

“Estou feliz pelo acto, pois a mesma vai permitir gerir melhor a minha carreira, quer dentro como fora do país e vou procurar dar o meu melhor, para que a parceria feita seja um sucesso “, afirmou o músico.

Cantor e compositor angolano, Filipe Mukenga, nome artístico de Francisco Filipe da Conceição Gumbe, nasceu em 1950, em Luanda. Começou a tocar em 1964 por influência dos Beatles, Charles Aznavour, Ray Charles, entre outros, e é detentor de uma excelente voz e de um estilo musical fortemente influenciado pelo jazz e outros sons afro-americanos.

Gravou o seu primeiro álbum, “Novo Som”, em 1990 para a editora EMI-Valentim de Carvalho. Colabora ainda num dos temas do disco “Mingos & Os Samurais” de Rui Veloso,Em 31 de Maio de 1991 actua, conjuntamente com Os Tubarões, no Coliseu dos Recreio. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »