Ler Agora:
Angola assume presidência das bibliotecas da região austral e oriental
Artigo completo 3 minutos de leitura

Angola assume presidência das bibliotecas da região austral e oriental

A República de Angola assumiu esta sexta-feira, em Luanda, a presidência da Associação das Bibliotecas parlamentares das regiões austral e oriental da África (APLESA) por um ano.

No final da 17ª Conferência que decorreu sob o tema” Melhores Bibliotecas Parlamentares, Melhores parlamentos e Melhores Sociedades” o angolano Geraldo Cambiete assumiu a presidência, enquanto a vice-presidência coube a zambiana, Xama Fula.

O Uganda vai coordenar a secretaria-geral e os vogais passam a ser um moçambicano e um zimbabweano.

A conferência recomendou a busca de parcerias com as melhores bibliotecas do mundo com vista a servir melhor os parlamentares das regiões austral e oriental do continente.

Os participantes, de acordo com o comunicado final, recomendaram igualmente a elaboração do plano estratégico para os próximos cinco anos, bem como a elaboração de orçamento que reflicta os desafios da Associação.

Durante cinco dias, os participantes, discutiram temas, como “Parlamento, Bibliotecas e Tecnologias de Informação”, “ O papel da DDI no apoio ao processo Legislativo e Parlamentar”, bem como “ a Organização de Informação Legislativa e Parlamentar”.

Os participantes abordaram igualmente, temas, como, “A preservação digital na Assembleia Nacional de Angola”,” A relação entre Parlamentos e Mídias”, “ As tecnologias de informação e comunicação no Parlamento angolano”, bem como “ Software para bibliotecas ao encontro das necessidades dos usuários”.

” O Sistema Nacional de Bibliotecas em Angola: a rede nacional de bibliotecas públicas”, “ O arquivo como suporte da boa governação e do desenvolvimento económico e social”,” A rede nacional de bibliotecas escolares”, foram também aflorados na Conferência.

As perspectivas da SADC na gestão e Disseminação da informação “, assim como “ Os desafios dos profissionais da ciência de informação em Angola, “, estiveram igualmente em discussão.

O evento congregou representantes de Angola, África do Sul, Botswana, Moçambique, Namíbia, Suazilândia, Quénia, República Democrática do Congo, Uganda, Zâmbia, e Zimbabwé.

O secretário-geral da Assembleia Nacional, Pedro Agostinho de Neri, disse esperar maiores desafios na busca da excelência na cooperação com as melhores bibliotecas do mundo.

Augura que a cooperação e o diálogo entre os países membros prevaleçam, sublinhando que APLESA têm sido um grande elo de ligação no que tange a comunicação entre os países africanos.

Por seu turno, o novo presidente eleito, Geraldo Cambiete, apontou como desafios, entre outros, a elaboração do plano estratégico, a organização, a quotização, assim como estabelecer parcerias público-privadas internacionais para ajudar a desenvolver a associação.

Considerou ainda prioritária a atracção de outros parlamentos africanos, sobretudo os do leste da África, para fazerem parte da organização. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »