Progresso e Académica abrem jornada

Progresso do Sambizanga (Foto: Francisco Miudo/Arquivo)

Progresso Sambizanga e Académica do Lobito defrontam-se hoje às 17h00, no Estádio Municipal dos Coqueiros, para a abertura da 11ª jornada do Girabola Zap, que tem como realce o encontro entre Recreativo do Libolo e 1º de Agosto, domingo à tarde, na vila de Calulo, província do Cuanza Sul.

Os sambilas ocupam a sexta posição da tabela classificativa, com 15 pontos, mais oito que os “estudantes” do Lobito, no 15º posto.
Apesar da goleada sofrida na ronda anterior diante do 1º de Agosto, o Progresso está em condições de vencer o encontro, mas tem de se acautelar, devido ao moral alto dos jogadores da Académica.

Um triunfo da equipa de Kito Ribeiro permite continuar no encalço das cinco primeiras equipas do topo da tabela classificativa. A jogar no seu reduto, os sambilas são teoricamente mais fortes do que o adversário, que espera sair da capital com pelo menos um ponto.

Em busca de estabilidade na tabela classificativa, a Académica encontra-se numa situação aflita e sedenta de pontos, para sair da zona de despromoção. Um bom jogo em perspectiva. Amanhã à tarde e na sequência da ronda, Santa Rita de Cássia e FC Bravos do Maquis medem forças às 15h00, no Estádio Municipal 4 de Janeiro, na capital da província do Uíge, pelo que se espera uma disputa equilibrada.

Na cidade de Saurimo, o Progresso da Lunda Sul e JGM do Huambo disputam às 15h00, no Estádio Municipal das Mangueiras, um encontro atractivo da ronda.
O Petro de Luanda recebe o Desportivo da Huíla, às 17h00 no Estádio Nacional 11 de Novembro, num desafio em que os tricolores esperam vencer com menor ou maior dificuldade diante dos militares da Região Sul, ávidos de pontos na competição.

No Estádio Municipal dos Coqueiros, às 18h00, ASA e Kabuscorp do Palanca disputam um desafio entre equipas com objectivos distintos na prova. O triunfo no final de semana passado, em casa sobre o 1º de Maio de Benguela, por 2-1, deixou mais animado o técnico João Machado, do ASA, mas que não está livre da “chicotada psicológica”.

Para a conclusão da ronda, o 1º de Agosto desloca-se amanhã à vila de Calulo, onde enfrenta o Recreativo do Libolo no domingo à tarde, num encontro que vai ser marcado pela estreia do guarda-redes Julião, na baliza dos militares do Rio Seco, devido às múltiplas fracturas no rosto de Tony Cabaça. O guarda-redes lesionou-se no desafio com o Progresso Sambizanga, após um choque com Tchibuabua Bavon.

Em Benguela, o 1º de Maio recebe o Sagrada Esperança, às 15h00 no estádio Edelfride Palhares da Costa “Miau”. Os diamantíferos são favoritos à vitória. (Jornal de Angola)

por António Cristóvão

DEIXE UMA RESPOSTA