Huíla: PRS quer maior comprometimento dos militantes

Militantes do PRS (Foto: ANGOP)

Os militantes do Partido de Renovação Social (PRS) devem corrigir os erros do passado, aceitar as mudanças e injectar novos métodos de actuação defendeu hoje, quarta-feira, no Lubango, Huíla, a secretária provincial daquela formação política, Júlia Adriano Caquene.

Na mensagem de abertura da quarta conferência provincial do partido, a responsável disse que a correcção dos erros a nível do partido passa pela consolidação da cultura política de base em toda a extensão da província.

A dirigente afirmou que as conclusões a serem produzidas no encontro devem ter um carácter encorajador para uma projecção executável de novas acções, visando o fortalecimento do partido na província.

Júlia Caquene defendeu a necessidade dos militantes redobrarem os esforços, afim de clarificar a população da existência do partido e expandi-lo.

Ao intervir em nome da direcção central do partido, o porta-voz Manuel Marcolino Ribaia, referiu que a conferência traduz-se num acto político com sentido democrático para a renovação de mandatos dos órgãos de direcção da estrutura.

“O PRS está pronto para enfrentar os desafios a que se propôs, fundar o signo da justiça social, cultivar valores comuns de compromisso e tolerância”, sublinhou.

Sublinhou que o PRS vai realizar de 29 a 31 de Maio o seu quarto congresso ordinário, na qual concorrem três candidatos à cadeira presidencial e visa a renovação, fortificação das estruturas, reforço da democracia interna e a preparação das estratégias para as próximas eleições de Agosto de 2017.

A quarta conferência do Partido de Renovação Social decorreu em um dia sob o lema “Juntos para vencer” e nela participaram 225 delegados eleitos nos 14 municípios da província.

Na mesma foi eleito o Comité Provincial, o seu secretariado e os 10 candidatos a deputados.

Na Huíla, o PRS existe desde 1991, inicialmente nos municípios do Lubango e Matala, com a reestruturação da direcção no ano de 2000, o partido expandiu-se por todos os restantes municípios da província. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA